Meu primeiro livro virtual

quinta-feira, 30 de abril de 2009

O DA BARSA




Zé Geraldo era levado da breca. Assim eram chamados os moleques endiabrados de antanho. Zé cresceu, se tornou comerciante... até poeta se tornou.
Mas continuou com o diabo no couro.
Um dia apareceu um vendedor de livros, aquele que vendia a Enciclopédia Barsa, tentando, no seu estabelecimento comercial, vender-lhe um exemplar.
Conversa vai, conversa vem e o negócio enrolado. Zé então lhe disse:
- Amigo, aqui não posso mais continuar a atendê-lo, estou muito ocupado; por favor, vá a este endereço que lá o atendo com mais atenção. Tenho interesse nos livros.
Assim combinados, Zé foi até a casa da sua amante, explicou-lhe que receberia a visita de um vendedor e pediu a ela que se insinuasse para o coitado, que era um chato
e necessitava de uma lição.
Disse-lhe ainda:
- More, assim que ele partir pra cima eu saio do banheiro e dou um flagra no desgraçado,
Hora aprazada chega o coitado.
-Entra, por favor, meu marido está no banho, mas é rápido, já ele te atende. Quer um café, uma bebida?
Serviu a bebida, escolheu um lugar no sofá bem ao lado do visitante, puxou o decote para baixo, subiu um pouco a saia e começou o jogo de sedução.
Zé, vendo que precisaria mais tempo, gritou lá de dentro:
-More, onde está o barbeador, vou aproveitar para fazer a barba.
Vendo que o maridão ainda demoraria um pouco, o cara partiu firme pra cima da mulher.
Não tinha acabado de agarrá-la, Zé saiu com um três-oitão, enrolado na toalha e gritando:
- Seu fdp, desgraçado, vou te matar.
Não se sabe como o sujeito saiu, levando o mostruário e sua maleta.
A última vez que foi visto, estava na Mandchuria.



2 comentários:

Link3r disse...

Amigo, pessoas de má indole existem em todo lugar.

HAMILTON BRITO... disse...

Algumas pessoas cometem exageros no senso de humor que possuem. Este carinha da crônica era uma pessoa maravilhosa, ajudava a todos que o procurassem. O diabo é que tinha o diabo no corpo. O fato é verídico. O sujeito era um sarrista do capeta. Mais tarde, procurou o tal de vendedor e comprou-lhe a Barsa...e muitod outros livros.