Meu primeiro livro virtual

segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

PRA MIM FAZER




Como pode ser...

Que coisa! só comigo !

Sempre te vi como amiga

Essa agora, por quê ?

Uma vontade, danada

Nem é, na verdade, de agora

Desejo de toda hora

...quero beijar você.

De há muito é assim

Não é igual...só aumenta

Coisa louca

Quem aguenta?

Ah! por favor

não se magoe.

Pois nem é minha a culpa

Então, nao te peço desculpa.

E nao te afastes de mim.

A amiga, sinceramente?

Até eu posso perder.

Mas longe de você

Viver nao é viver.

Como ficar longe

Do teu sorriso gostoso

Ou do teu jeito dengoso

Da tua maneira de olhar

...até do seu jeito de falar?

É uma graça de se ver

Quando falas: pra mim fazer.

Não tens lá muita gramática

Mas o que tens

Me traz o maior dos bens

E eu amo tanto você

Como nunca amei ninguém




josé hamilton

2 comentários:

sylvia disse...

ROMANTISMO NOTA 1000!
UAU!

sonia disse...

li e amei, pena q nao as tenho recebido por email....
vc ta inspirado ultimamente heim....
é o amoooorrrr