Meu primeiro livro virtual

domingo, 14 de novembro de 2010

Velho no blog....







Lugar de velho é ao lado do berço do neto ou com a tesoura e o regador, cuidando do canteiro de flores, no jardim...”veio” no blog, definitivamente, não dá certo.
Falam em conflito de gerações e outras teorias que, no final, dizem a mesma coisa. Nada disso, não há conflito... Apenas separação de jeitos de ser.
Falando nesse tipo de comunicação, um senhor, mesmo com o espírito ainda de trinta anos, como eu, resolve abrir um blog para postar as suas crônicas, contos e poesias. Não se atem aos temas sisudos, compenetrados como deveria ser com um “cabra” da sua idade. Aventura-se por assuntos, digamos, mais feceninos, justamente para ter acesso a esta geração mais liberal, menos comprometida com valores “ inventilados” – se o Maggi pode, eu posso também – e o que acontece?
Outro dia postei no meu espaço uma crônica, Só 40, com um final que sugeria uma bela cantada por parte da dama, coisa só possível em nossos dias, enfatizando a igualdade de direitos, mostrando que se há o interesse de uma mulher por um homem, ela também pode se insinuar. Mostrando ainda que não há mais posições fixas de caça e caçador, que a ação demonstrará quem é um e quem é outro no jogo da sedução.
Pois muito bem, uma linda e talentosa fofa disse, no comentário: oi, comenta lã no meu blog.
Ela nem leu o meu texto, nenhuma consideração fez, nada que tivesse sugerido que, ao menos o nome, tivesse lido.
Mas, se duvida, leia os comentários trocados entre eles: oiii foooofa, qui chiqui!, ou então: ameeeeeeiiii!!!, também tem: nooooosssaaa, você aaaaaaarrraaasssouuuu!!!!; não falta o: você estááá´bombannnndooo, querida!!!
E entre pessoas mais maduras a gente tem que tomar cuidado. Ou você concorda com o que é dito ou cala a boquinha; você pode falar o que quiser, desde que concorde.
Temas polêmicos, que são os que dão margem à troca de opiniões não geram comentários pertinentes, não são esmiuçados a contento e, quase sempre, vê-se a superficialidade dos comentário.
Quantas vezes eu mudei a minha opinião por ter prestado atenção em uma que confrontava a minha.
-Ah! Então você não tem personalidade, é dos que mudam com facilidade.
Não mudo com facilidade, mudo com a força e a consistência da opinião contrária a minha.
Jovem não lê velho porque o papo desse não é Funk, noir, sepulturesco, havvy. Velho gosta mais de Silvio Caldas do que de Alice Cooper. Velho não lê velho porque se acha superior, mais gostosão da bala chita, mais intelectual.
Resultado: vou continuar com o meu blog e escrever só para mim. Afinal, mais lúcido e inteligente que eu....quem?


José Hamilton Brito,membro do grupo experimental da academia araçatubense de letras.

10 comentários:

Marisa Mattos disse...

Ah...meu "véio"...rs...não vale escrever só pra voce não viu?
Tem umas "véinhas" que não saem daqui a cada post novo seu...
Beijks!!!

Rita Lavoyer disse...

José Hamilton! Não tiro nenhuma letrinha do que escreveu. Mesmo porque as letrinhas são suas, mas se pensa que escreveu para você, meu 'veio', enganou-se se... se...
quem escreve, depois que publica, deixa de ser o dono de cada letrinha daquilo.
O que se produz, meu caro amigo, já passa a ser do mundo.
Olha, quando quiser passar no meu blog vá livremente, sem se sentir na obrigação de comentar o que não quer, o que não gosta, o que não te dá prazer.
às vezes, as pessoas não comentam porque não alcançam o que leu.
Há outras, que por outros motivos entram no nosso espaço, mas não comentam e blá blá blá
Como eu recebo muitas postagens, atender a todas fica quase impossível.
Mas vou em cada blog conforme o tempo me permite, acho uma delicadeza retribuir aos chamados.
Abraço

Beatriz Nascimento disse...

É um prazer imenso visitar o seu blog, não venho aq com frequência, mas saiba que gosto do que escreve.
Visito blogs de "jovens" e "véios" e pra mim não há distinção, em cada cantinho encontro um aconchego, muitas vezes passo só o olho, outras leio e na maioria das vezes me faltam palavras para comentar, sou uma das pessoas que a Rita comentou, às vezes o que está escrito não me alcançam, não entendo. Muitos posts são sensoriais para mim, sinto o que querem dizer, me chocam, mas as palavras não saem.

Neste post as palavras saíram, rs...

Beijoxxx e abraços***

Marcia disse...

Olá Sr. Hamilton, bom dia!
Passei pela primeira vez aqui e já gostei da sensibilidade com que escreves. E sabe que o Senhor está cheio de razao?? Mas é assim mesmo. Para resumir digo que concordo em número, gênero e gra com a Rita Lavoyer. O que produzes e publica, já passa a ser do mundo, um dia passarao tantas pessoas por aqui que o Sr. já nao terá como retornar a todos.
Carinhosos abracos, um domingo feliz, muita paz e muita luz!

Antenor Rosalino disse...

Prezado Hamilton: Parabenizo-o pelo maravilhoso blog que trás toda a plenitude do seu admirável talento literário. A introspecção dos seus escritos exterioriza-se como um brinde à sua legião de leitores. Um grande abraço!

Jackie @belhuda disse...

Eitcha meu amigo ranzinza!
Você quer os louros sempre né???
Mas eitcha bichinho turrão...
Escuta um cadim da Rita que você vai entender o que acontece, as coisas nem sempre são como a gente gostaria que fosse... mas nem por isso o que fazemos não tenha sentido, foi o momento que o criou que valeu a pena.
Seu desabafo vai de encontro a muitas opiniões de várias pessoas, mas muitos não têm a sensibilidade e discernimento para atingir as suas letrinhas.
Pois é meu véio, a sua sensibilidade é muito pertinente ao seu umbigo (rs). Mas tenha certeza que muitos lêm e refletem e sentem inveja!
Beijuzzzzzzzzzz

Jackie @belhuda disse...

Euuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu!!!!
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Euzinhaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!!!

Vamos e convenhamos vai, eu sou "A MELHOR" né???

Gostou da transmutação???? do seu blog??? Só falta a reportagem! Calmaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!!!!

Marcelo Pirajá Sguassábia disse...

Hamilton,
Gostei demais do seu estilo. Leve, espontâneo, prosa boa de se ler. E como disse a Rita Lavoyer, você não está sozinho não. Um cara com a sua pena tem seguidores via láctea afora...
Abraços e obrigado pela visita ao meu sítio.

LIVRE PARA VOAR disse...

NOSSA ADOREI O POEMA LINDO..
BEIJOSS

CARLOS MORANDI disse...

Prezado Hamilton Brito. Venho retribuir sua visita ao meu blog e, ao mesmo tempo, parabenizá-lo por seus escritos e ideais. Grande abraço do Carlos Morandi.